Associe-se à ABJ

A ABJ foi fundada em Brasília no dia 26/07/2009 e é a única entidade nacional de jornalistas que aceita associados com ou sem diploma.

O associado da ABJ receberá a carteira de jornalista e terá seus direitos adquiridos garantidos por ações judiciais coletivas que se fizerem necessárias que serão movidas pela associação.
Para maiores informações entre em contato clique aqui

Assista na Íntegra a histórica Decisão do STF em 17/06/2009

Por 8 votos a 1, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no dia 17 de junho de 2009, ao analisar o Recurso Extraordinário (RE) 511961, que é inconstitucional a exigência do diploma de jornalismo e registro profissional como condição para o exercício da profissão. Os ministros entenderam que o artigo 4º, inciso V, do Decreto-Lei 972/1969 não foi recepcionado pela Constituição Federal de 1988, e que as exigências nele contidas ferem a liberdade de imprensa e contrariam o direito à livre manifestação do pensamento, inscrita na Convenção Americana dos Direitos Humanos, o Pacto de San Jose da Costa Rica.

 

 

 

 

 

 

 

 

Sites Estaduais (em construção)

Bahia

Rio Grande
         do Sul

Goiás

Minas Gerais
Rio de Janeiro

Santa Catarina

São Paulo

Paraná

Sobre o Conteúdo das Notícias

Não nos responsabilizamos pelas opiniões expostas nos artigos divulgados, que não necessariamente expressam a opinião da entidade. Publicamos noticias de todas as correntes de pensamentos, para que os jornalistas associados e o publico em geral chegue as suas próprias conclusões.

Novas Notícias

TEMER EXPÕE O BRASIL A VERGONHA MUNDIAL

Agências internacionais e dezenas de veículos de diversos países, como Estados Unidos, França, Alemanha, Inglaterra e Argentina repercutem deste ontem a denúncia por corrupção apresentada pela Procuradoria Geral da República contra Michel Temer ao Supremo...


Xadrez da globalização e da financeirização

Por Luis Nassif Caso 1 - as guerras internas na geopolítica Desde a criação do padrão ouro, sempre houve uma disputa interna, nos países, em torno do modelo. O padrão ouro era essencial para a globalização do sistema financeiro e do comércio intern...


TRF-4 REVERTE DECISÃO DE MORO E INOCENTA VACCARI

Por maioria do colegiado, a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) absolveu nesta terça-feira, 27, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto por suposto recolhimento de propinas em contratos da Petrobrás com a Sete Brasil; ao contestar a...


JANOT PEDE PARA SUSPENDER LEI DA TERCEIRIZAÇÃO

A Procuradoria-Geral da República entrou com ação para declarar inconstitucional a Lei da Terceirização, sancionada em 31 de março por Michel Temer; a ação será relatada no Supremo Tribunal Federal pelo ministro Gilmar Mendes 27 DE JUNHO DE 2017 D...


O “Fora Temer” tem data marcada para acontecer

A denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República ao STF contra Michel Temer pelo crime de corrupção contém uma contundência e gravidade tais que limita as possibilidades de sobrevivência do presidente usurpador e da sua quadrilha. Dessa maneir...


Xadrez de como a Globo tornou-se ameaça à soberania nacional

A título de introdução – o que estava em jogo Como abordamos em vários Xadrez, havia um mundo em transformação, a China e os BRICs irrompendo como poderes alternativos, a crise de 2008 comprometendo o modelo neoliberal. Ao mesmo tempo, uma acomodação da ...


A covardia da OAB diante dos abusos da Lava Jato

Por Gustavo Henrique Freire Barbosa do Justificando “Quem não dispõe de coragem cívica e de energia moral não deve ingressar nos quadros da advocacia”, escreveu Sobral Pinto, gigante da advocacia brasileira, em carta escrita em janeiro de 1937 a sua i...


O CURIOSO CASO DILMA ROUSSEFF

"Se você só se informa pela mídia tradicional, rádios, TVs e jornais impressos, incluindo este em que escrevo, certamente não soube da manifestação no dia 21 próximo passado que reuniu centenas de pessoas em Brasília diante do STF pela anulação do impeach...


MORO ENVIOU À POLÍCIA AMERICANA DADOS SIGILOSOS DE CIDADÃO BRASILEIRO

Juiz federal Sérgio Moro usou ordenamento jurídico dos EUA para justificar a divulgação de informações sigilosas de um cidadão brasileiro, mesmo isso contrariando as leis nacionais; em colaboração com a polícia do estado norte-americano da Georgia, Moro s...


Useful links